Carreira: responsabilidade do proprietário

 

Ninguém mais tem a doce ilusão de que cabe às empresas a tarefa de gerir a carreira dos profissionais. Planos de carreira com etapas desenhadas, necessidades de desenvolvimento mapeadas e sequência de experiências necessárias para o aprimoramento das competências do profissional já não são mais tarefas das organizações. Por isso, há um bom tempo as pessoas se deram conta de que cabe a elas a terem Plano de Autodesenvolvimento.

Carreira-Profissional-Planejamento

Apesar desta consciência, muitos profissionais ainda se sentem perdidos diante do desafio de manter sua carreira em ascensão. Há que arregaçar as mangas e traçar um plano de autodesenvolvimento, com objetivos claros e metas de crescimento permanentes. Conheça algumas dicas simples que poderão ajuda-lo a manter acesa a preocupação com seu autodesenvolvimento.

1. Sua carreira não é segredo

A Identidade secreta é coisa de super-herói. Seus objetivos profissionais podem– e devem! – ser compartilhados com familiares, amigos e colegas mais próximos. Quando fizer algum progresso, espalhe a notícia (quem sabe num blog?). Se você selecionou bem seu network, receberá várias mensagens positivas que o incentivarão a avançar cada vez mais.

2. Querido diário
Uma boa maneira de manter acesa a memória de sua trajetória profissional é anotar os principais eventos num diário.

Muita gente se surpreende ao colocar seus progressos no papel e perceber quanto já caminhou. Aproveite o diário para listar as metas que você pretende atingir, mas não esqueça de fixar prazo para cada uma. Vale desde reservar o sábado para organizar os cartões de visita acumulados até planejar a pós-graduação ou o MBA.

3. O mapa do sucesso
Se você tem queda para o desenho pode optar por representar sua carreira em um gráfico. Uma planilha de Excel ou uma simples folha dividida a régua pode ajudá-lo a visualizar os obstáculos que já superou e os desafios que vêm pela frente. Como no diário, os objetivos devem ser devidamente situados no tempo. Se você decidir aprender alemão, defina quando vai se matricular. Se pretende assumir uma nova posição, determine uma data limite para se preparar. E mãos á obra!

Veja todos os Treinamentos para Autodesenvolvimento: Inteligência Comunicativa, Lidando com Mudanças e Ambiguidades, Gestão de Tempo, Gestão de Conflitos e outros.

4. Mensagem para o futuro
Como você estará daqui a seis meses? E em um ano ou dois? O exercício de futurologia pode ficar mais animado se você escrever cartas para si mesmo, lacrar os envelopes e só abri-los depois de algum tempo. Ou quem sabe pedir para um amigo guardar e só entregar na época combinada. O benefício é duplo: ao escrever, você se obrigará a imaginar o futuro. Ao ler, terá uma retrospectiva do que deu certo ou não.

5. Amado mestre
Tutor, mentor, coach ou guru. Não importa a denominação, desde que a pessoa escolhida tenha condições de orientá-lo quando for preciso. Pode ser um chefe, um professor, um colega mais experiente. Só não vá eleger alguém “bonzinho”, que fale exatamente aquilo que você quer ouvir. A crítica na hora certa é tão valiosa quanto o elogio que incentiva e conduz a novas conquistas.

6. Adote um amuleto
Carreia-Profissional-Amuleto-MotivaçãoUm amuleto pode ser uma boa alternativa para manter sua motivação. Vale qualquer um em que você acredita. Uma boa dica é adotar um Daruma – aquele boneco gordinho japonês que simboliza a perseverança. Funciona assim: você compra um daruma e fixa dois objetivos importantes para o desenvolvimento de sua carreira. Quando atingir o primeiro, pinte o olho esquerdo do bonequinho. Superando a segunda meta, é a vez do olho direito. Se dá certo? Os japoneses, que pintaram muitos olhos de daruma durante a reconstrução de seu país, garantem que sim.

 

2018-03-09T15:03:41+00:00 3 de janeiro , 2018|0 Comentários

Deixe seu Comentário